chico@chicoamaral.com.br 
Inicio
Textos | Poemas
Livro: Pássaros Poemas - Aves da Pampulha | Tavinho Moura
Poema: Chico Amaral
Data: 2013-08-01
Clique para ampliar

PICA-PAU BRANCO
no áspero do tronco a lida semanal
o traje correto
profissional
o bico tenaz picoteia perspicaz
apoio de penas duras
e garras industriais

FERREIRINHO TEQUE-TEQUE
O ferreirinho assina a mensagem
Tic tic tec tec  tic tac tic tec
O jardim confirma:
Informações recebidas
No papel verde da manhã

SARACURA PRETA
A visita, mal entrou, já quer sair.
Só fica à vontade em seus tapetes d’água.
- Demore-se um pouco, dona Saracura Preta, aceite a sobremesa!
-Meu regime não permite, meu filho. Mas um licorzinho de jenipapo cairia bem!

Chico Amaral




 






Página Inicial