chico@chicoamaral.com.br 
Inicio
Discografia | Letras
Música: Sem Terra
Álbum: O Samba Poconé | Skank
Letra: Samuel Rosa - Chico Amaral
Ano: 1996
Álbum: O Samba Poconé

Letra

Tenente Gama estará na barra do Brooklin atento
Zé da Navalha na boca do rio Urutu
Quatro patrulhas vão cobrindo os quatrorizonte
Nego DJ Adílio leva o rádio
Aurili bon bonga
A cobra vai pular
Aurili bon bonga
Permiso, êêêêêê!
Eles pitimbam, negarfam, então hão de ter
Bate o bongô, drum machine, bate o xequerê
Batecumã nego véi de guerra
Colono branco e a lua estratagema
Aurilibilim bagé pajé pai chamou
No cabo do teletrônico mensageou
Na terra dos sem-terra
A barra vai pesar
Quem ignora erra
Quem quer ignorar
Sofrer o baque todos eles já sofreram
No Paraná, no Pará, no Espírito Santo
Bate imigrante nego véi de guerra
Quebratabaque o atraso, o quebranto
Na terra dos sem-terra
A barra já pesou
Quem ignora erra
Quem ignora errou




 






Página Inicial